Portugal

Estabelecimento prisional de Lisboa: motim controlado

Direção afirma que não houve feridos

Um princípio motim ocorreu nesta terça-feira, 04 de Dez no Estabelecimento Prisional de Lisboa. De acordo com declarações das autoridades responsáveis pela administração e direcção da casa prisional, o motivo da revolta teria sido uma questão relacionada a visitação que deveria ocorrer na data de hoje, quarta-feira 05 de Dez.

O motivo do cancelamento das visitas seria um evento relacionado aos guardas prisionais, que após 4 dias de greve, marcaram uma sessão plenária. O evento foi convocado pelo Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional.

Na unidade, em torno de 180 reclusos atearam fogo a colchões, caixotes de madeira, papéis e contentores de lixo da ala em que estão presos, o que levou agentes da guarda a usarem a força para conterem os revoltosos. Nesses casos, é procedimento operacional padrão que o GISP(Grupo de Intervenção de Segurança Prisional) seja accionado.

Em nota, a Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais informou que os reclusos encontravam-se já em suas celas por volta das 20h10. A greve foi pela revisão do estatuto da profissão, horário de trabalho e plano de carreira.

A Direcção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, informou que não houve feridos.

comments
Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Back to top button
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Close